Micronutrientes e macronutrientes

Para controlar o peso é necessário que as calorias gastas estejam em maior quantidade do que as consumidas. E como diminuir a quantidade sem abrir mão da qualidade?

É importante olhar com atenção para os alimentos ricos em gorduras – que devem estar em quantidades menores na dieta, mas não podem ser eliminados. As proteínas são fundamentais para um programa de controle de peso. É importante escolher alimentos ricos em proteína e que não tenham muita gordura em sua composição. Os carboidratos são fontes de energia e devem estar presentes na dieta na forma mais complexa (os cereais integrais). As fibras são excelentes para ajudar na sensação de saciedade. É essencial manter um balanço adequado entre carboidratos, proteínas, gorduras e fibras.

Quanto aos micronutrientes, deve-se manter o aporte correto de vitaminas e minerais. As vitaminas e os minerais não contêm calorias e são elementos fundamentais em inúmeros processos biológicos dentro do organismo. A falta deles pode levar a várias deficiências que podem se agravar com o tempo.

Estes micronutrientes são a chave de todos os processos que acontecem no corpo. Eles trabalham bem próximos a outros nutrientes para fazer com que os processos metabólicos ocorram de forma correta – desde auxiliar na produção de energia dos carboidratos, das proteínas e das gorduras, atuar na criação de novas proteínas, na construção de ossos fortes e saudáveis e até auxiliar o raciocínio.

Uma dieta balanceada em macronutrientes e com consumo adequado de vitaminas e minerais faz toda a diferença para a saúde. Emagrecer de forma inteligente é emagrecer com saúde!

Texto por Dr. Nataniel Viunisk.

 

Veja outros Posts de dicas de saúde:

Deixe seu comentário no Facebook

Deixe seu comentário no Disqus